O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) participou novamente da mesa de negociação que busca discutir pontos de interesse da categoria nesta quinta-feira, 05, na Secretaria de Estado da Administração (Sead). A pauta prevista para encaminhamento entre os representantes do Governo de Sergipe, Sinpol/SE e Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol) foi o Projeto Oficial de Polícia Civil (OPC), entretanto esse ponto não avançou nas discussões.

“A reunião foi importante porque os agentes, escrivães e agentes auxiliares perceberam que os representantes da Adepol sequer permitiram que o projeto fosse apresentado ou mesmo discutido na mesa de negociação. Na oportunidade, notamos receptividade para discutir a fusão dos cargos da base com alteração da nomenclatura por parte da Sead e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), mas a intolerância prevaleceu por parte da Adepol e não avançamos neste ponto que tanto interessa à base da Polícia Civil. Entretanto, destacamos aos policiais civis que o governador Belivaldo Chagas assumiu o compromisso com a categoria em aprovar o Projeto OPC, então caberá a ele decidir sobre as questões divergentes que envolvem os interesses da Polícia Civil de Sergipe”, ressaltou Adriano Bandeira, presidente do Sinpol/SE.

Na próxima quarta-feira, 11, às 9h, ocorrerá a última reunião da rodada de negociações criada pelo Governo de Sergipe com o objetivo de encaminhar ainda no mês de setembro projeto de interesse da categoria policial civil para aprovação na Assembleia Legislativa.

“No encontro da próxima semana serão apresentados os cálculos das propostas encaminhadas pelo Sinpol/SE e da sugestão técnica apresentada pela Sead que tratam dos temas classe final e interstício. Como resultado final, até o dia 15 de setembro o secretário da Administração, George Trindade, encaminhará ao secretário de Segurança Pública, João Eloy, e ao governador Belivaldo Chagas, resultado da mesa de negociação, destacando pontos de acordo e pontos divergentes. Até o final do mês de setembro, o compromisso do governador foi de encaminhar o projeto para aprovação na Assembleia Legislativa, incluindo alteração da nomenclatura dos cargos da base. Os policiais civis aguardam com muita expectativa os próximos encaminhamentos do Governo e certamente se farão presentes nesta última reunião. Permaneceremos com nossa postura de transparência nas tratativas com o Governo e por isso solicitamos aos policiais civis que busquem se informar pelos meios oficiais de comunicação do Sinpol ou por representantes da atual diretoria sindical. É um momento onde muitos precisam pegar carona para aparecer e por isso é natural haver divulgação de informações equivocadas. Sigamos em frente e unidos, ainda há muito a ser conquistado para os policiais civis em Sergipe”, finalizou Adriano Bandeira.